Ideem assina protocolo para se instalar no Parque Tecnológico

Na manhã desta terça-feira (6) a Prefeitura Municipal de Botucatu e Ideen Farmacêutica Ltda, assinaram o protocolo de intenções para que a empresa venha a se instalar no Parque Tecnológico de Botucatu. O documento foi assinado pelo prefeito João Cury Neto e pelo diretor da empresa, Renato José La Porta Pimazzon Filho. Esta foi a primeira empresa a assinar o protocolo de intenções para se instalar no Parque de Botucatu, na região do Jardim Aeroporto. Ela é uma da empresa do grupo Ideen International Corporation.

A Ideen terá um terreno de 25 mil metros quadrados para a construção de sua unidade de produção industrial e um laboratório de pesquisa e desenvolvimento de produtos bio-farmacêuticos, no setor de oncologia (tratamento do câncer). Consta no documento que no prazo de 60 dias a empresa se compromete em encaminhar o projeto para que passe pelos trâmites legais do Executivo.

“Estou muito satisfeito com este contrato para o nosso futuro Parque Tecnológico, pois esta é a primeira empresa a assinar o protocolo. As tratativas sobre a vinda da empresa foram evoluindo até chegarmos hoje aqui para assinar esse protocolo. Um dos pontos importantes para que a empresa se interessasse em se instalar no Município foi a nossa Unesp”, disse o prefeito João Cury.

Prefeito destaca que a empresa terá todas as informações que necessitar para agilizar o processo. “Vamos esclarecer todos os requisitos que são necessários para que a Ideen possa pleitear enquadramento do empreendimento ? s diretrizes do Parque Tecnológico, assim como todo o apoio logístico para os trabalhos de pesquisas que a empresa necessitar”, frisou Cury.

O diretor da Ideen Renato José La Porta Pimazzon Filho, explica que vários fatores foram analisados pela escolha de Botucatu. Revela que a empresa pretende se instalar em quatro regiões, prevendo um orçamento de R$ 5,6 bilhões, até 2014. “Casa unidade ficará com um quarto desse orçamento. Isso significa que serão investidos em Botucatu, R$ 400 milhões. Além disso, pretendemos fazer aqui (em Botucatu) a matriz da empresa”, contou Pimazzon Filho.

Outro detalhe revelado pelo diretor da Ideen foi que a empresa disponibilizará cerca de 300 empregos diretos com mão de obra qualificada e 2.500 indiretos. “Nosso produto é para ser utilizado na área de oncologia, num processo que é feito para estacionar o vírus impedindo sua evolução no organismo e não polui o meio ambiente, havendo as condições de aprovação sanitária, regulatória, fiscal e mercadológica”, enumera o diretor, que deverá apresentar o projeto nas próximas semanas.

Fotos: David Devidé