GCM intensifica as ações contra carros abandonados

A  Guarda Civil Municipal (GCM) com o inspetor Destro e agente Petenucci realizaram três notificações de carros em estado de abandono no Bairro Bom Vista.  Também  na Vila dos Lavradores os guardas recolheram um veículo Ford Belina Del Rey, que já havia sido notificado há mais de 10 dias.

Esse tipo de ação da GCM está inserida na lei 5.542 que fiscaliza veículos em situação de abandono espalhados pela cidade, acarretando uma série de problemas à população que tem se manifestado de maneira muito positiva em relação a esse trabalho, já que  esses carros abandonados poder abrigar insetos e animais peçonhentos, além de criadouros do mosquito da dengue e esconderijo de drogas.

O comandante da GCM, Sergio Luis Bavia enfatiza que essa é uma ação que permite que o poder público ofereça uma resposta a um grande número de reclamações. “Em alguns locais, o simples fato de divulgar a lei e as consequências para quem não cumpri-la já faz com que veículos sejam retirados. Estamos atendendo um antigo clamor da população”, frisa.

De acordo com a lei, a situação de abandono é caracterizada quando o veículo permanece estacionado no mesmo local da vida ou logradouro público por mais de quinze dias consecutivos, desde que apresente uma ou mais das seguintes condições: sinais exteriores de visível estado de decomposição e mau estado de conservação ou impossibilitado de se locomover por seus próprios meios.

Também são notificados os que estão sem placas de identificação obrigatória; vidros quebrados ou portas destrancadas, de tal forma que permita o acesso de pessoas em seu interior; falta de uma ou mais rodas ou pneus; sinais de incêndio, depredação ou destruição. Denúncias de veículos nessa situação poderão ser feitas através dos telefones 190 (Polícia Militar) e 199 (Guarda Civil Municipal)

 

Celular localizado

Já os guardas Giselle e Jayme fora, acionados para comparecer no  Distrito de Rubião Júnior onde uma mãe havia notado que seu filho de 16 anos estava com um celular que não era dele. Diante da situação os guardas foram informados que o adolescente havia encontrado o referido celular num ponto de ônibus no Bairro Caimã.

Como a mulher conhecia a pessoa que estava na foto do papel de parede do aparelho celular, os guardas se deslocaram até o bairro onde ela mora e foram atendidos por uma senhora que informou que realmente sua filha havia perdido o aparelho no ônibus. Sendo assim, o celular foi entregue.