Fundação CASA traz a 2ª edição da Mostra Casa das Artes

Nessa quarta-feira (13) ? s 17 horas será inaugurado a Mostra Casa das Artes – 2ª edição, que apresenta trabalhos realizados pelos jovens integrantes das oficinas de Técnicas de Pintura, em parceria com o Museu de Arte Contemporânea e Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Edital PIPA 2010, do Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente (Fundação CASA).

A mostra será realizada no Museu de Arte Contemporânea (MAC), Itajahy Martins, na Avenida Dom Lúcio, 755, região central da cidade, entre os dias 13 de outubro a 13 de novembro, com visitação de terça a sexta-feira das 9 as 18 horas e sábado das 9 as 13 horas. Mais informações pelo fone (14) 3813-9135. Na abertura, os adolescentes servirão um coquetel oferecido pelos alunos dos cursos de Panificação Artesanal e Quituteria , desenvolvido pelo mestre João Cyrino Neto e seus alunos.

De acordo com a diretora da entidade, a advogada Juliana Rosa, o projeto Casa das Artes, nessa sua segunda edição, fomenta a arte autônoma para o contínuo desenvolvimento do potencial criativo do educando, de seu conhecimento e habilidades específicas nas linguagens visuais.

Lembra a diretora que a oficina de Técnicas de Pintura, em sua terceira edição na Unidade, conta com exercícios que exploram os fundamentos da linguagem visual e a história da arte, com trabalhos em desenho, pintura e objetos, apresentando leituras de artistas consagrados como Frida Kahlo, Tarsila do Amaral, Francisco Rebolo, Pablo Picasso, entre outros. A oficina é ministrada pelo artista plástico e arte educador, Everton Oliveira.

“Acreditando no desenvolvimento humano pela educação e pela arte, a Fundação CASA Botucatu oferece, aos seus jovens, atividades artísticas e culturais como cinema e fotografia, teatro, capoeira, artesanato, projetos de leitura e literatura, técnicas de pintura, além de cursos de educação profissional, escolarização formal e atividades de esporte e lazer”, salienta Everton Oliveira.

De acordo com Juliana Rosa, o Plano Político Pedagógico da Instituição, a proposta de Arte e Cultura inclui a organização e promoção de oficinas, cursos e eventos na área, a fim de garantir, aos jovens, o acesso ? diversas linguagens artísticas, visando o desenvolvimento humano e biopsicossocial de nossos adolescentes.

“Essa formação contempla também as relações entre arte e educação a fim de estimular o exercício da sensibilidade artística. Em atenção ao que está disposto no SINASE (Sistema Nacional Sócioeducativo) levantou-se a necessidade da criação de um projeto dessa natureza em nossa Unidade – o Casa das Artes – que tem o objetivo de proporcionar aos adolescentes o desenvolvimento de sua criatividade, o protagonismo, a construção de sua identidade, o resgate da auto-estima, a formação de vínculos e o desenvolvimento de habilidades, atitudes e valores”, explica a diretora da Fundação.

“Temos oportunizado cada vez mais o acesso de nossos jovens ? arte como fator fundamental na construção de sua cidadania, além de proporcionar-lhes o desenvolvimento de seu senso crítico e estético, além da criação do gosto pelas mais variadas linguagens artísticas”, complementou Juliana Rosa.