Forte chuva causa inundações e transbordamentos

Um problema antigo voltou a assustar os moradores da região do Terminal Rodoviário de Botucatu com o transbordamento do córrego água Fria, comprometendo o fluxo de veículos por aquela região da cidade.  Nessa mesma região também houve o transbordamento do Viaduto Bento Natel. Em outros pontos a chuva chegou a invadir casas.

Assim que o temporal deu uma trégua a equipe da Defesa Civil do Município passou a vistoriar os locais mais atingidos. “Felizmente, não houve registro de vítimas graves, mas a chuva caiu com grande intensidade por vários minutos. Vamos permanecer de sobreaviso, pois existe a perspectiva de mais chuva nas próximas horas“, disse o coordenador de Defesa Civil, Paulo Renato da Silva.

Também está sendo feito um levantamento dos prejuízos  e o estrago só não foi maior em razão de não ter ventos, que poderiam derrubar árvores e a destelhar casas. “A intensidade da chuva foi bastante acentuada e tivemos atenção especial com famílias que moram em situação de risco próximas a barrancos ou ribeirões”, destacou Paulo Renato que está coordenando a “Operação Verão” que se estende até março e visa ações contra as intempéries do tempo.

A operação é um conjunto de ações baseado no acompanhamento das chuvas (de verão), permitindo tomar medidas preventivas que evitem ocorrências graves e até fatais. Estação caracteriza-se por chuvas fortes, muitas vezes, excessivamente, prolongadas ou acompanhadas por raios e vendavais, que geram prejuízos econômicos e sociais. Neste período o município sofre com a intensidade de fortes pancadas de chuva, gerando uma série de problemas como deslizamento de terra, destelhamento de casas, desabamentos, inundações, alagamentos, enxurradas, queda de árvores, entre outras situações de risco.