Entidade capacita pacientes com câncer de mama

Fundada em novembro de 2002, a Botuccam (Botucatu no Combate ao Câncer de Mama), entidade que recebe apoio da Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), recebeu, até o mês de agosto desse ano, 480 mulheres, portadoras e não portadoras de câncer de mama, na oficina de artesanato da instituição.

As aulas ministradas ocorrem toda terça e quarta-feira, das 13h30 ? s 17h30, na sede da Botuccam. As alunas se capacitam para o desenvolvimento e confecção de artesanatos em geral, como toalhas, panos de prato, bordados, entre outros. Parte das mulheres que frequentam essa oficina também participam da produção artesanal de próteses mamárias, iniciativa desenvolvida ? s segundas-feiras. O material produzido é destinado ? s pacientes que são encaminhadas para a própria entidade, e também ao Serviço Social da Unesp Botucatu.

“Em um grupo, a comunicação entre todos os membros é essencial, funcionando como suporte de reabilitação nestas mulheres, promovendo a elevação da auto-estima, melhorando a qualidade de vida e a harmonização pessoal. Nestes grupos, proporciona-se a partilha de sentimentos e necessidades, mecanismos de solução para as dificuldades referidas pelas mulheres, espaço interativo que fomenta a oportunidade de amizades e trocas de experiências”, explica Cristiane Tenor Miller, assistente social da entidade.

{n}Sobre a Botuccam{/n}

É uma entidade de assistência social, oficializada em 8 de novembro de 2002. Foi criada para sanar uma necessidade verificada pelo Serviço Social, Serviço de Mastologia, Serviço de Fisioterapia da Unesp – Câmpus de Botucatu, apoiados pelo grupo de mulheres da Casa da Amizade e Famílias Rotárias do Rotary Clube de Botucatu. Tem por missão oferecer oportunidades ? s mulheres e suas famílias em situação de vulnerabilidade ou risco social, em decorrência do câncer de mama, o acesso ? direitos sociais, melhoria na qualidade de vida e desenvolvimento de sua autonomia.

Atualmente, é composta por uma assistente social, cinco ajudantes de costura, duas monitoras de costura, dez ajudantes de artesanato, duas monitoras de artesanato, 20 profissionais que atuam na gestão de eventos e captação de recursos, 12 pessoas trabalhando na gestão técnico-administrativa e duas monitoras de grupo, todos eles, com exceção da assistente social, voluntários.

Da Assessoria