Empresa de ônibus homenageia Museu do Café

A Stadtbus, uma das empresas responsáveis pelo serviço de transporte coletivo em Botucatu, colocou em circulação nesta semana um ônibus com adesivos em homenagem ao Museu do Café da Fazenda Lageado. Alguns veículos da frota também já haviam adotado marketing positivo a outras campanhas como de doação de sangue e adote um animal, além de chamar a atenção para doenças como a aids, hepatite, tuberculose e diabetes.

“É a primeira vez que fazemos uma campanha no âmbito turístico/cultural na cidade onde atuamos. É uma prerrogativa nossa estar mais próxima da comunidade e a questões comuns a ela, que agreguem valor, e não somente ao serviço de ônibus em si”, ressalta Jeferson Mattos, gerente administrativo da Stadtbus em Botucatu.

Para José Eduardo Candeias, administrador do Museu do Café, a parceria com a empresa de ônibus é fundamental para fortalecer a imagem do Museu dentro do próprio Município. “Por incrível que pareça, tem gente que mora em Botucatu e não sabe que o Museu do Café existe. Neste sentido, o ônibus adesivado chama bastante atenção pois é um verdadeiro outdoor ambulante”, comenta.

A Prefeitura de Botucatu, assim como o jornal Acontece Botucatu,  é uma instituição amiga da Fazenda Lageado. O Museu do Café tem 25 anos de existência. Em 2013 chegou a registrar mais de 31 mil visitantes e neste ano, até o momento, mais de 21 mil.

 

Sobre o museu

O Museu do Café ocupa a Casa Grande, sede da Fazenda Lageado, tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico (Condephaat) em 2011. O conjunto arquitetônico histórico possui construções do final do século 19 inicio do século 20, como o Terreiro de secagem de grãos, o prédio da Tulha, o moinho, a serraria, os paiós.

O Museu abriga documentos, equipamentos, mobiliário e peças da época que a Fazenda Lageado abrigou uma Estação Experimental vinculada ao Ministério da Agricultura (1932-1972). Além disso possui também um acervo de peças arqueológicas. Periodidamente o Museu recebe exposições de artistas locais e de outras cidades.  Atualmente a Fazenda é sede da Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA) da Unesp. O museu recebe grupos de visitantes com agendamento, oportunidade em que são acompanhados por monitores.