Em Brasília, prefeito assina convênio para compra de ônibus escolares

Tão logo foi encerrada a cerimônia de inauguração da nova creche do Jardim Aeroporto, o prefeito João Cury Neto e o secretário municipal de Educação, Narcizo Minetto Júnior, seguiram para São Paulo e de lá embarcaram para Brasília, para formalizarem a assinatura de convênio com o FNDE – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação -, no valor de R$ 330 mil, para a compra de dois ônibus escolares. Os recursos foram viabilizados por meio de emenda do deputado federal Nelson Marchezelli, após gestões feitas pelo ex-vereador Dadá.

Os veículos – com capacidade para transportar 29 e 44 alunos – serão adquiridos através do Programa Caminho da Escola, que busca renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural das redes estaduais e municipais.

“A Grande Arrancada da Educação, que lançamos em 2009, também contempla a ampliação e a renovação da frota escolar, de modo a garantir maior conforto e segurança aos nossos alunos. Além desses dois ônibus que receberemos em breve, vamos aproveitar uma linha de crédito disponibilizada pelo BNDES, com condições muito vantajosas, para comprar outros treze veículos”, anuncia João Cury.

“Gostaria de enaltecer o empenho do ex-vereador Dadá para que pudéssemos assinar mais esse convênio com o Governo Federal. Ele demonstra que mesmo sem mandato, é possível continuar trabalhando pela comunidade”, elogia o prefeito.

{n}Veículos{/n}

Os ônibus do Programa Caminho da Escola são fabricados com especificações exclusivas, próprias para o transporte de estudantes, e adequado ? s condições de trafegabilidade das estradas rurais. Os modelos 2010 contam com: bloqueio de diferencial, chassi mais alto e rodas mais próximas da frente e da traseira do veículo, para melhorar a trafegabilidade e facilitar a saída de atoleiros. Também possuem equipamentos de acessibilidade, com uma cadeira de rodas especial que pode ser descida até o nível do solo para embarcar alunos com dificuldade de locomoção. Em função disso, a porta dos veículos é mais larga.

Além disso, os ônibus contam com tacógrafo eletrônico e GPS, para garantir maior segurança para os estudantes e permitir o controle do trajeto, dos tempos de percurso e de paradas, e de consumo de combustível. A largura do corredor central diminuiu para aumentar a quantidade e o conforto dos assentos, além de evitar que os estudantes fiquem em pé nos veículos. Os veículos passaram a ter vidros temperados verdes, para garantir conforto térmico; parabarro na frente e atrás; e dispositivo passabalsa, que garante maior trafegabilidade em estradas sinuosas.