Diálogo Botuáfrica integra estudantes com Poder Público

A Prefeitura de Botucatu, por meio da Assessoria de Políticas de Promoção da Igualdade e Ações Afirmativas realizou a segunda edição do Diálogo Botuáfrica, no auditório Cyro Pires. Encontro teve como objetivo promover a integração dos estudantes africanos junto aos organismos de gestão pública de promoção da igualdade racial e o movimento negro local por meio do Conselho Municipal do segmento. Também foi abordada a relação de cooperação técnica entre o Brasil e a África, e o processo de ingresso de estudantes africanos nas universidades por meio da Universidade Estadual Paulista (Unesp).

Participaram do encontro o vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior; assessora em Políticas Promoção da Igualdade, Conceição Vercesi; coordenadora executiva do Centro de Referência Afro Mestre Jorge de Araraquara, Alessandra Laurindo; coordenador da Igualdade Racial do Município de Salto, José Roberto Benedito; membros do Conselho de Participação e Desenvolvimento da População Negra; representantes do Escritório de Relações Internacionais da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ) e também seis estudantes dos cursos de medicina e biomedicina dos países de Angola, Cabo Verde e Costa do Marfim.

Segundo a assessora em Políticas Promoção da Igualdade, Conceição Vercesi, a intenção desta parceira é estreitar e fortalecer cada vez mais o contato com os estudantes que vem de países africanos para estudar em Botucatu. “A perspectiva é realizarmos algumas atividades que enriquecerão o nosso conhecimento sobre a cultura do continente africano e seus diversos países já que para muitos a África ainda está no imaginário, e é preciso romper com algumas barreiras de discriminação e racismo ainda enfrentadas na nossa sociedade”, explica.