Defesa Civil prevê chuvas fortes nas próximas horas

Depois de atender dezenas de ocorrências atendidas em diferentes pontos da cidade, na terça-feira,  o coordenador de Defesa Civil do Município está em estado de alerta, já que o serviço de meteorologia de Bauru, prevê chuvas fortes até este sábado.

Foram realizados apenas nos últimos dois dias, mais de 50 atendimentos a ocorrências decorrentes do temporal. Diversas árvores caíram sobre carros, praças e ruas, e fios de alta tensão, além de destelhamentos,  alagamentos e inundações, em diferentes regiões da cidade. Em alguns pontos a chuva acompanhada de fortes rajadas de vento, trovões e granizo, acarretou sobrecarga e corte de energia.

Choveu na última terça-feira, em menos de 24 horas, 48 milímetros de água, quantidade estimada para todo o mês de setembro, resultando em 50 atendimentos em decorrência do temporal. A Defesa Civil tem uma comissão especial com 12 membros de prontidão para atender a população que necessita de qualquer tipo de assistência e alerta aos moradores para o tempo nos próximos dias. Também uma equipe da Secretaria de Obras continua espalhada por Botucatu, trabalhando para sanar danos remanescentes.

“Podemos ressaltar o trabalho realizado em conjunto pelos setores da Prefeitura, para que os estragos causados pelas fortes chuvas fossem resolvidos de maneira mais rápida possível”, declara o coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato da Silva. “Felizmente, não houve registro de vítimas, mas a chuva caiu com grande intensidade por várias horas”, emenda.

A Defesa Civil permanecerá de sobreaviso e existe a preocupação com famílias que tiveram suas residências destelhadas e alagadas e as que moram em situação de risco próximas a barrancos ou ribeirões,  colocando em prática o plano preventivo para ser aplicado em períodos de aumento da intensidade das chuvas  que acarretam situações de risco.   “Para nós a prevenção é a solução e em razão disso trabalhamos na conscientização da comunidade para minimizar riscos e propiciar atendimento ágil, rápido e eficiente”,  colocou o coordenador