Defesa Civil divulga resultado da “Operação Verão”

Fotos: Luiz Fernando

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) divulgou na manhã desta quarta-feira (17), os resultados da “Operação Verão” 2012/2013 realizada em Botucatu.

O evento que aconteceu no auditório Cyro Pires, no prédio da Prefeitura de Botucatu, contou a presença de diversas autoridades como o prefeito João Cury Neto; vice-prefeito, Antonio Luiz Caldas Júnior; coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato da Silva; e presidente da Câmara Municipal, Ednei Lazaro da Costa Carreira.

Participaram da cerimônia também representantes das Polícias Militar e Civil; Guarda Civil Municipal (GCM), Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), secretários municipais, membros da sociedade civil e da imprensa local.

A Operação Verão foi realizada em Botucatu no período de 1º de dezembro de 2012 a 31 de março de 2013. Ela teve como objetivo otimizar os recursos existentes e antecipar situações de risco, articulando a participação das secretarias municipais de Obras, Mobilidade Urbana, Assistência Social, Saúde, Planejamento, Segurança e Comunicação; órgãos de atendimento emergencial como a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Guarda Civil Municipal (GCM), equipe da Defesa Civil e a própria comunidade.

Segundo dados da Defesa Civil durante a operação foram realizados 213 atendimentos na Cidade relacionados a quedas de árvore; árvores com risco de queda; deslizamentos; enchentes; alagamentos; laudos emergenciais e técnicos.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Botucatu, Paulo Renato da Silva, esses dados relacionados ao mesmo período de 2012 promoveram a redução de 30% nas ocorrências relacionadas ? s chuvas e 70% na diminuição de queixas na Ouvidoria Municipal.

“Vale ressaltar que neste ano o volume de chuva foi superior a 20% comparado com o ano de 2012 e mesmo assim graças ? s ações de prevenção programadas pela ‘Operação Verão’ obtivemos resultados positivos na Cidade. Esta redução significante das ocorrências é a prova disto”, enfatiza.

{n}Mais de 3 milhões em investimentos{/n}

Para alcançar toda essa minimização dos impactos das chuvas em Botucatu a “Operação Verão” planejou diversas ações, obras de prevenção e mais de 50 vistorias.

Foram mais de R$ 3 milhões investimentos por parte do Poder Público em obras de infraestrutura. Entre os anos de 2009 e 2012 foram construídos mais de seis quilômetros lineares de galerias pluviais, em diversos pontos da Cidade que há tempos sofriam com alagamentos e erosões por não possuírem uma infraestrutura básica para captação destas águas.

Por exemplo, na Rua Vitor Atti, confluência com a Rua Tenente João Francisco, Vila dos Lavradores, foram construídos mais de 270 metros de galerias que direcionam a água das chuvas ao córrego ? antiga estação da Fepasa, evitando que imóveis e pedestres sofressem com os alagamentos constantes no local.

Na região dos Comerciários foi realizada a construção de uma escada de gabião para a captação de água das chuvas para a conservação da nascente do Córrego do Tenente nos Comerciários.

Outras obras de prevenção aos impactos da chuva em Botucatu também podem ser mencionadas como: galeria e pavimentação da Estrada dos Oyan; galerias na Rua Joaquim Barreiros e escada dissipadora na Rua Salim Kahil, região da Cecap; limpeza e desassoreamento do Ribeirão Lavapés; aterramento de erosão na Avenida Marginal ao Ribeirão Lavapés; construção de muro de contenção na ponte da Rua Raphael Sampaio.

O secretário municipal de Obras, André Luiz Peres, enalteceu os investimentos da atual Administração Municipal em serviços de drenagem urbana. “Os resultados são positivos, porém não podemos parar. Temos que melhorar cada dia mais o nosso trabalho e seguir realizando a limpeza e obstrução de galerias da Cidade”, salienta.

O prefeito João Cury Neto, em seu discurso, comemorou a redução de 30% das ocorrências com as ações da Operação Verão e relembrou o dia 16 de janeiro deste ano, em que um volume intenso de chuvas colocou Botucatu em estado de alerta.

“O sucesso da Operação Verão em Botucatu se deu a capacidade dos órgãos envolvidos se articularem e precipitarem as ações. Elas estão atreladas a conceitos e o investimento de mais de R$ 3 milhões em obras de infraestrutura para planejar e potencializar os recursos. No dia 16 de janeiro quando sofremos com as grandes chuvas foi a prova de fogo de que o trabalho desenvolvido pela Operação Verão estava sendo realizado de forma correta e assim conseguimos agir rapidamente e minimizar os danos da Chuva na Cidade”, reforça.

Ele ainda destacou que antes de 2009 a Defesa Civil só existia no papel em Botucatu e agora tem sua estrutura própria. “A Defesa Civil atualmente conta com veículo próprio e uma equipe capacitada para desenvolver seu trabalho de forma operacional”, conclui.