Danos causados pela chuva estão sendo reparados

Devido ? forte chuva que ocorreu na tarde da última quinta-feira (23), a Secretaria Municipal de Obras tem intensificado os trabalhos para reparar os estragos causados pela mesma em Botucatu. A informação veio da Secretaria de Comunicação.

De acordo com o secretário municipal de obras, Nivaldo Visto, o setor Norte da Cidade que abrange bairros como a Vila dos Lavradores, Nova Botucatu e Jardim Paraíso, foram o mais atingido. “Mas o pessoal da Secretaria está trabalhando em toda a Cidade na limpeza de entulhos, galerias em várias regiões do Município, e realizando reparos na ponte do pátio oito”, informa.

Na noite da quinta-feira equipes se dividiram na limpeza de áreas próximas ao pontilhão Arlindo Granado e na sexta-feira (24) em um trecho da Avenida Vital Brasil, próximo ao Terminal Rodoviário. Na manhã desta segunda-feira (27), a equipe de Obras reformou aproximadamente 20 metros de calçada, logo abaixo pontilhão Arlindo Granado, danificada pelo excesso de água.

Entulhos também foram retirados no cruzamento da Rua Brás de Assis com a Avenida Raphael Laurindo, na Rua José Barbosa de Barros, que dá acesso ao campus da Fazendo Lageado, no Jardim Paraíso, e na Rua Galvão Severino esquina com a Rua Dr. Jaguaribe, região da Vila dos Lavradores.

A operação “tapa buraco” também foi efetuada em diversos pontos da Cidade. Entre eles estão trechos da Avenida Deputado Dante Delmanto (próximo ? Staroup) e da Rua João Passos (altura da Praça Emílio Peduti até o Lavapés). Nesta terça-feira (28) está previsto que o trabalho continue na Rua Lourenço Castanho em direção ao bairro Monte Mor, e em ruas do Jardim Brasil. Durante a semana, o mesmo serviço será realizado nos locais mais afetados pelas chuvas dos últimos dias.

Segundo o encarregado pelo recape e a pavimentação no Município, José Markis, a operação tapa buraco tem sido feita de forma emergencial com uma massa especialmente produzida pela própria Secretaria de Obras com a finalidade de amenizar as vias mais prejudicadas, uma vez que a usina fornecedora de massa asfáltica está momentaneamente de recesso.

{n}Investimentos garantirão obras de drenagem{/n}

As enchentes principalmente na região Central de Botucatu estão com os dias contados. Isso porque em novembro passado o Governo Federal, através do Diário Oficial da União, publicou a liberação de recursos para o Município da ordem de R$ 39,8 milhões para serem investidos na implantação de cinco reservatórios de amortecimento de cheias nos córregos Lavapés, Água Fria, Cascata, Antártica e Tenente.

Pela proposta, serão construídos cinco lagos desde o Parque das Cascatas, em Rubião Júnior, até o Córrego do Tenente que terão a finalidade de amortizar as águas das chuvas, evitando alagamentos em pontos que há anos são considerados críticos. O entorno dos locais que abrigarão essas barragens será revitalizado com a construção de um parque linear, que receberá equipamentos de recreação e lazer.

Os técnicos da Prefeitura irão atualizar as planilhas de custos e os levantamentos topográficos e planialtimétricos nos locais que receberão as lagoas para que seja aberto o processo licitatório para execução das obras.