Creche do Jardim Monte Mor terá obras reiniciadas

http://www.botucatu.sp.gov.br/fotos/noticias/16641/Gall001.JPG

O prefeito João Cury Neto assinou o contrato 262/2014 (foto) referente à contratação de empresa para o término da construção da creche do Jardim Monte Mor. A vencedora do processo licitatório foi a Paicheco São Manuel Construções Ltda. – ME que executará a obra pelo valor total de R$ 896.561,13. O Ministério da Educação fará o repasse dos recursos ao município através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Infantil (Proinfancia).

A construção da creche foi paralisada em duas oportunidades por conta de dificuldades financeiras enfrentadas pelas empresas contratadas. Vencedora da primeira licitação, a construtora Mar Brasil pouco conseguiu avançar na construção do prédio. Em junho de 2011, o contrato e a execução da obra foram transferidos para a empresa Vemax Construtora Ltda., que posteriormente foi incorporada pela Singulare Pré-Moldados de Concreto Ltda. Mas em janeiro deste ano, a Prefeitura decidiu pelo rompimento do contrato devido à incapacidade da construtora em dar prosseguimento aos serviços de modo a concluir a obra.

Até o momento, cerca de 65% da construção foram executados. A Prefeitura esteve reunida com o Ministério da Educação que aceitou as razões que levaram o município a rescindir os contratos anteriores e autorizou a abertura de novo processo licitatório. A nova empresa terá prazo de 120 dias para conclusão da obra. Com a nova licitação, a expectativa é que finalmente seja possível concluir os serviços e entregar o prédio à comunidade. 

Sem esconder que a paralisação dos serviços trouxe dissabores ao governo, o prefeito João Cury demonstra otimismo em relação à conclusão da obra e os benefícios que trará aos moradores do Monte Mor. “A gente sabe o quanto a população do Monte Mor espera por essa creche. Essa é uma obra desejada há mais de dez anos. Quando disputamos a eleição em 2008 assumimos o compromisso de construí-la, mas tivemos uma infelicidade enorme, um grande dissabor com as empresas que ganharam a licitação e alegaram dificuldades financeiras que impediram a conclusão dos serviços. Isso causou um desgaste enorme com a população”, disse. 

Cury adiantou que pretende conversar com os representantes da empresa vencedora da licitação para reforçar a importância de concluir a construção da creche dentro do prazo estabelecido em contrato e com a qualidade necessária para garantir o melhor ambiente de trabalho aos funcionários e de aprendizado para os alunos.

O projeto prioriza a acessibilidade, com as adequações necessárias que permitem o uso por portadores de necessidades especiais, criando e sinalizando rotas acessíveis ao ligar os ambientes de uso pedagógico, administrativo, recreativo, esportivo e de alimentação. A unidade contará com salas de aula, fraldário, lactário, biblioteca, sala de leitura, laboratório de informática, rouparia, lavanderia, cozinha, refeitório, secretaria, diretoria, almoxarifado, sala dos professores, sanitários, pátio coberto e playground.