Contratos de casas populares devem ser assinados em fevereiro

A Prefeitura de Botucatu e a Caixa Econômica Federal (CEF) continuam com o processo de checagem dos dados apresentados pelas pessoas que tiveram os nomes sorteados para adquirirem as 407 unidades habitacionais do Parque Residencial Santa Maria. O conjunto, construído ao lado do Jardim Santa Mônica, integra o “Nosso Sonho”, programa habitacional lançado pela administração municipal com objetivo de construir novas unidades e garantir a regularização de loteamentos irregulares na Cidade. A informação é da secretaria de Comunicação.

A definição dos sorteados aconteceu em praça pública, no dia 15 de novembro de 2010, em um grande evento que reuniu cerca de 10 mil pessoas em frente a Prefeitura Municipal. Na segunda quinzena de dezembro, a Secretaria Municipal de Habitação enviou ? CEF as pastas com as informações dos pré-selecionados. O banco tem prazo de 60 dias para fazer a análise e definir se o pretendente está apto para assinar o contrato.

De acordo com José Carlos Broto, gerente geral da agência central da CEF em Botucatu, os prazos estabelecidos pelo Programa Minha Casa Minha Vida estão sendo obedecidos. “Esse é um processo bastante complexo, onde é necessário checar todas as informações com muito cuidado para não se cometer injustiças. A maior parte já está finalizada. Restam cerca de setenta casos que foram devolvidos ? Prefeitura por conta de erros no preenchimento ou de alguma informação por parte das pessoas. Ao que tudo indica, na segunda quinzena de fevereiro finalizaremos tudo para assinatura dos contratos”, anuncia.

O prefeito João Cury Neto determinou ? Secretaria de Habitação que trabalhe de forma prioritária com os casos que ainda estão pendentes, a fim de garantir a entrega das chaves aos futuros moradores o mais rápido possível. “Tenho sido parado pelas pessoas que dizem estar muito felizes com a possibilidade de morar no que é seu. Elas estão ansiosas em mudar para a casa nova e deixar de pagar aluguel. Querem logo dar início a uma nova etapa em suas vidas. Se pudermos acelerar isso, melhor”, declara o prefeito.

Antes da assinatura dos contratos, que deverá acontecer em bloco, será definida através de sorteio a casa que cada família vai ocupar. “Esse é um processo muito simples e rápido”, garante Broto.