Contrato para habitação será assinado no Municipal

A Prefeitura de Botucatu, por meio da Secretaria Municipal de Habitação, em parceria da Caixa Econômica Federal e Pacaembu Construtora, promove nesta quarta-feira (21), ? s 15 horas, no Ginásio Municipal “Dr. Mário Covas Júnior”, a assinatura dos contratos do “módulo 2” do Residencial Jardim do Bosque, em construção ? s margens da Rodovia Gastão Dal Farra, entre os residenciais Santa Maria e Maria Luiza, região Sul da Cidade.

Com a formalização deste segundo módulo, está garantida a construção de mais 132 residências que se juntam ? s 198 unidades contratadas em março deste ano. Assim, inicialmente, contabilizam-se 330 casas neste novo bairro. Mas a previsão da Secretaria Municipal de Habitação é que sejam construídas no Jardim do Bosque um total de 880 novas moradias.

Com 43,74 m² de área construída, as unidades do Jardim do Bosque contarão com uma sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço. Os imóveis são entregues com laje, banheiro azulejado e piso cerâmico em todos os compartimentos – exceto a área de serviço. Cada unidade habitacional terá o valor de R$ 89.500, com financiamento junto ? Caixa Econômica Federal em até 360 meses. O empreendimento é voltado a famílias de três a dez salários mínimos.

O Jardim do Bosque é mais um empreendimento dentro do programa do Governo Federal “Minha Casa, Minha Vida”, que surge para diminuir ainda mais o déficit habitacional que se acumulou em Botucatu após anos sem investimentos e uma política pública voltada ao assunto.

{n}Política habitacional{/n}

De 2009 a 2012, a nova política habitacional implantada pela Prefeitura de Botucatu foi responsável pela viabilização de 1.434 novas moradias populares e, consequentemente, o surgimento de três novos bairros: Santa Maria, Flora Rica e Maria Luiza.

Além das 330 casas do Jardim do Bosque, já foram lançadas outras 499 unidades do Residencial Caimã, em construção no Distrito de Rubião Júnior, e 274 moradias do Residencial Jatobá, que serão construídas próximo ao bairro Convívio. Totalizam-se assim, 1103 unidades habitacionais contratadas nos primeiros quatro meses de 2013. A meta é entregar 3 mil novas unidades até 2016.