Construção do Fórum já começa a ganhar corpo

A movimentação no terreno onde será construído o Fórum de Botucatu na região do Jardim Riviera, já está em franca atividade e diversos trabalhadores estão no local (foto). O número de trabalhadores irá crescer de acordo com o andamento da obra e poderá chegar a 250 trabalhadores, sem contar os empregos indiretos de outras empresas que também estarão nesse processo de construção, como as do setor elétrico, hidráulico, de serviços e serralheria.

Nessa primeira fase serão feitos os barracões, onde se instalarão o depósito de materiais de construção, restaurante para funcionários, escritórios, entre outros. Nos próximos dias será iniciada a feitura do alicerce do prédio e a movimentação naquela região da cidade será constante com idas e vindas de caminhões transportando materiais de construção.

“Já estamos trabalhando a todo vapor. Agora a gente só vai parar quando o prédio estiver pronto. Quanto menos a população esperar o prédio vai estar levantado”, comentou um dos funcionários que executava o trabalho de fazer uma canaleta para escoamento da água da chuva.

A obra está sendo feita pela Construtora Resiplan Ltda, em uma área de 10 mil metros quadrados e o empreendimento está orçado em R$ 14.570.327,09 e a previsão para início e término da obra é de 370 dias.

Se depender da vontade do prefeito João Cury Neto, que foi um dos grandes responsáveis pela concretização desse projeto, junto do governo do Estado, o prédio será inaugurado e entregue á população de Botucatu no aniversário da cidade, em abril do ano que vem.

Nunca é demais lembrar que o antigo Fórum, foi interditado no início do ano 2000 por determinação do diretor da época, Luis Otávio Duarte Camacho, sob alegação de que o prédio não oferecia segurança e corria o risco de desabar. Por causa disso, as varas foram desmembradas e passaram a funcionar em locais diferentes da cidade. Isso causa sérios transtornos ? população e aos funcionários forenses.

Fotos: Jornal Acontece Botucatu