Conselho de Mulheres faz uso da Tribuna da Câmara

Durante o uso da palavra, Isabel apresentou dados alarmantes sobre o quadro da violência contra as mulheres no Brasil e no mundo e sobre a Lei Maria da Penha

 

A presidente do Conselho das Mulheres de Botucatu Isabel Rossi Conte, fez uso da Tribuna Livre da Câmara de Botucatu, para fazer uma explanação geral sobre a campanha "16 Dias de Ativismo Pelo Fim da Violência Contra a Mulher" e apontou diretrizes em políticas para as mulheres.

Ex-ouvidora da Faculdade de Medicina e da Prefeitura Municipal, Isabel  também falou  sobre os trabalhos e as atividades que são desenvolvidas pelo Conselho Municipal nos últimos dois anos. O convite foi feito pelo presidente da Casa, vereador André Rogério Barbosa – Curumim, atendendo a um requerimento elaborado pela vereadora Rose Ielo.

Durante o uso da palavra, Isabel apresentou dados alarmantes sobre o quadro da violência contra as mulheres no Brasil e no mundo. “No Brasil, 48% das mulheres agredidas declaram que a violência aconteceu em sua própria residência; 3 em cada 5 mulheres jovens já sofreram violência em relacionamentos e dessas, 77% que relatam situação de violência sofrem agressões semanal ou diariamente”, aponta.

Segundo a presidente do Conselho, a solução, é o trabalho de prevenção e as ações preconizadas na Lei 11.340/2006, conhecida como Lei Maria da Penha. “Precisamos avançar nas diretrizes já apontadas”, conta Isabel, que  coordenou  uma passeata em protesto contra a violência pela Rua Amando de Barros, principal corredor do comércio da cidade. Manifestantes saíram da Praça Comandante Emílio Peduti – Bosque e chegaram até a Praça Coronel Moura – Paratodos.

 “O objetivo dessa manifestação foi promover uma discussão sobre os prejuízos da violência contra as mulheres, envolvendo os gêneros feminino e masculino, apontando responsabilidades e atitudes para abolir este tipo de agressão”, explica Isabel Conte, realçando que o movimento tem apoio de instituições como a Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Prefeitura Municipal, Conselho de Segurança (Conseg), Polícia Militar (PM), Polícia Civil, Guarda Civil Municipal (GCM);  Clubes de Serviços; Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Subseção de Botucatu, entre outras.