Conselho das Mulheres e Executivo aprovam demandas

 

Na reunião foram apresentadas demandas da conferência e de duas temáticas já realizadas; uma com as mulheres da cooperativa de coletores de materiais recicláveis e a outra com a comunidade ribeirinha do Porto Said

 

A presidente do Conselho Municipal de políticas Públicas para as Mulheres de Botucatu, Isabel Rossi Conte e mais seis representantes da entidade estiveram reunidas com o Prefeito João Cury e alguns secretários, para discutirem demandas apontadas durante a conferência das mulheres, realizada em setembro desse ano. O encontro aconteceu no auditório Cyro Pires, na Prefeitura Municipal.

De acordo com Isabel Conte, na reunião foram apresentadas demandas da conferência e de duas temáticas já realizadas; uma com as mulheres da cooperativa de coletores de materiais recicláveis e a outra com a comunidade ribeirinha do Porto Said. “Nosso trabalho tem direção e deve ser ágil, já que são questões importantes para as mulheres e famílias dessas comunidades”, afirma.

No Porto Said foram pedidas, pela presidente do Conselho, as seguintes melhorias: o posto de saúde deverá funcionar  uma vez por semana e não quinzenalmente; mutirão e campanha para saúde bucal; trabalho para conscientização sobre planejamento familiar; limpeza pública; adequações aos horários de transportes coletivos que entrem na comunidade em todos os horários e não deixem os moradores na estrada; manutenção nos veículos de transporte escolares; implantação de uma base de polícia da GCM com policial residindo na localidade; implantação de câmeras de segurança na entrada e saída; implantação de horta comunitária no novo condomínio a ser construído.

Para a comunidade das coletoras de materiais recicláveis, foram solicitadas Instituição do benefício da cesta básica de alimentação; adequação na logística de vaga de creches no Jardim Santa Eliza para as mães da cooperativa permitindo que o horário de funcionamento da creche seja compatível com a jornada de trabalho; mais pontos de coleta; local adequado para destinação dos resíduos de materiais de construção; campanhas permanentes visando conscientização dos munícipes quanto a correta separação dos materiais recicláveis

Também fazem parte da lista ensinar as crianças quanto a correta destinação dos resíduos sólidos; destinação adequada dos resíduos orgânicos domésticos, bares e restaurantes; a "creche noturna" centro assistencial infantil noturno para dar atendimento às famílias trabalhadoras noturnas; instalar patrulha especialmente para apoiar as medidas protetivas da Lei Maria da Penha, com agentes capacitados (segurança); Casa-Abrigo provisório para mulheres vítimas de violência.

Isabel Conte acredita que as demandas devem ser atendidas em 2016. “Foi uma reunião muito boa, o prefeito João Cury e os secretários foram muito receptivos. É um trabalho sério, organizado pela sociedade civil para auxiliar o Poder Público a direcionar ações. Esse é o papel do conselho municipal”, conta.

A presidente afirma que desde 2014 o Conselho atua em busca de ter plano de ação, metas e direção. “A primeira ação foi organizar o conselho e definir bem o papel, missão, valores; a partir disso estamos em todas discussões. A mulher é quem dá a luz, cuidar da mulher é cuidar da família; além disso, somos a maioria da população, por isso devemos ter representatividade, políticas, direitos e deveres, proporcionais a isso”, completa.