Concluída etapa do programa contra enchentes

A Secretaria Municipal de Obras em parceria com a Defesa Civil do Município e Secretarias de Governo, cumpriu nesta quinta-feira (19) mais uma etapa do programa contra enchentes, com a realização de medidas que visam evitar os prejuízos causados pelas chuvas, principalmente, a integridade física do cidadão.

Ela compreende ações conjuntas das secretarias e a principal delas é o trabalho de limpeza e desassoreamento dos rios e córregos da Cidade como Tanquinho, Lavapés, Água Fria e o Serra D’Água (Distrito de Rubião Júnior). Em todos eles, máquinas retroescavadeiras alargaram as margens em pelo menos seis metros e aumentaram a profundidade do leito em mais de um metro para que a água corra com mais velocidade e não transborde, provocando enchentes.

“Entre as áreas que mais nos preocupa é a que fica próxima ao Terminal Rodoviário, que anualmente, sempre nos períodos de maior incidência de chuvas, sofre com enchentes. No início deste ano, 19 famílias que moram na Baixada tiveram transtornos com as cheias dos rios que cortam a Cidade. Além disso, o alagamento deste trecho da região central, que concentra grande movimentação de veículos, atrapalha muito o trânsito”, argumenta o coordenador da Defesa Civil, Paulo Renato da Silva.

O coordenador destaca que entre os trabalhos executados nos últimos meses estão a recuperação de 95% das estradas rurais; galerias e desobstrução de bocas de lobo em todos os setores da cidade; construção de 4.500 metros de galerias e canaletas de concreto; e a reconstrução de 18 pontes, na área urbana e rural.

Também é citado pelo coordenador a limpeza e desassoreamento nos córregos, podas e cortes em árvores em situação de risco e obras que estão sendo finalizadas como a contenção da erosão do Parque dos Comerciários. Também foram iniciadas a construção de galerias de águas pluviais em ruas dos bairros Real Park e Jardim Tropical e programada os piscinões para receber a água das chuvas em diferentes pontos da Cidade.

“A Cidade precisa estar preparada para que na época de chuvas mais fortes a população esteja em segurança e a Secretaria de Obras não mediu esforços para que os trabalhos fossem realizados juntamente com os órgãos envolvidos que se articularem e anteciparam as ações. Ainda temos obras a fazer, mas acredito que foi dado um grande passo para resolvermos os problemas que as chuvas causam na Cidade”, disse Paulo Renato.

Foto: Luiz Fernando