Com recursos do Fumabom, bombeiros contratam brigadistas para reforçar combate a incêndios

FACHADA DO CORPO DE BOMBEIROS - FOTO PEDRO SALES (17)Temperaturas altas, umidade extremamente baixa e nenhuma chuva. Assim tem sido os dias de inverno em Botucatu e em toda a região. A combinação é perfeita para o surgimento de inúmeros focos de incêndio que atingem terrenos, lavouras e áreas de pastagem, causando problemas e colocando em risco a população.

O período de estiagem e o aumento das ocorrências de queimadas urbanas e rurais têm deixado o Corpo de Bombeiros em alerta. A dificuldade para aumentar o efetivo não impediu que a corporação encontrasse um meio para reforçar as equipes de combate a incêndios. Com recursos do FUMABOM (Fundo Municipal de Manutenção dos Bombeiros) foram contratados quatro brigadistas municipais que formarão duas equipes, que atuarão diariamente das 10 às 22 horas. Elas terão à disposição uma pickup cedida pela Secretaria do Meio Ambiente que terá acoplado um tanque com capacidade para 1.000 litros de água.

DSC_0657“Atendemos um total de onze municípios. Em períodos críticos temos recebido de 80 a 100 ligações por dia, sendo 80% delas de Botucatu. Muitas vezes combatemos incêndios de grandes proporções, que exigem horas de trabalho. Por conta disso os focos menores ficam desguarnecidos. Esse reforço dos brigadistas será importante”, atesta o capitão Edson Winckler Filho, comandante do 2º Subgrupamento de Bombeiros de Botucatu.

Os brigadistas contratados são bombeiros civis e atuarão pelo período de 4 meses, justamente na época em que o número de casos de incêndios em terreno e vegetação aumentam por conta do período seco. O investimento total será de R$ 88 mil, com recursos repassados pela Prefeitura. “São profissionais que já possuem conhecimento prévio e agora estão concluindo treinamento específico, que incluem as técnicas necessárias para combate a incêndio em cobertura vegetal”, informa Winckler.