Com frio intenso, jovens de Botucatu se solidarizam com moradores de rua

 Foto: André Godinho

 

Há alguns anos os botucatuenses não sentiam um frio tão intenso como o dos últimos dias. Na semana passada foi registrada a temperatura de 5 graus em alguns pontos da cidade. Quem tem uma casa para morar não sofre as consequências, porém, imagine quem não tem um teto para se abrigar. Os moradores de rua tentam se abrigar em praças e locais cobertos, mas mesmo assim, com roupas rasgadas e sem cobertor, a consequência pode ser fatal, principalmente para os mais idosos ou que sofrem problemas de saúde.

A prefeitura, através do fundo social, defesa civil e Guarda Municipal, faz campanhas e auxilia esse público. Mas em 2016 algumas atitudes chamam a atenção. As jovens Gabriela Mioni e Beatriz Soler tiveram a ideia de usar a rede social para arrecadar cobertores para quem mora na rua e lançaram o chamado pelo facebook.

“Pensa nesse frio, você tem uma casa para te proteger, e quantas blusas você tem, e coberta para dormir? Pois é, você tem tudo isso, mas, tem gente na rua que não tem ao menos uma blusa para se proteger do frio. Já pensou em pelo menos tirar um seu para dar a quem REALMENTE precisa? Você consegue comprar outra e eles?”, postou Gabriela em sua página pessoal.

“Estamos arrecadando agasalhos e cobertores para doar pra moradores de rua. Vamos pegar até dia 09 de maio e a entrega será feita dia 11 de maio no albergue da cidade. Tivemos apoio do Fundo Social que está recolhendo mais depois desse período. Por conta do frio excessivo, temos pressa para entregar”, disse a jovem Gabriela Mioni ao Acontece Botucatu.

 

"A gente se sensibilizou muito ao ver os moradores de rua no frio, e pensamos em tomar essa iniciativa, que não custa nada e pode ajudar muita gente", relatou Beatriz Soler.

Um outro jovem teve a mesma iniciativa, porém, a forma de atingir o objetivo é outra. João Pedro Melo tem uma banda de rock, a Born to Growo, e vai organizar um evento musical para arrecadar agasalhos em bom estado.

“A ideia surgiu por eu ter visto, durante uma noite, alguns moradores de rua usando apenas bermuda e camiseta dormindo em praças. Foi numa noite que a temperatura chegou a 8 graus. No dia seguinte minha namorada viu um senhor já de idade saindo do meio do mato, com alguns sacos nas costas. Ele tinha passado a noite naquele terreno, aí me bateu uma tristeza, de saber que eles não tinham nada para se aquecer”, contou João Pedro ao Acontece.

“O evento seria para arrecadação de agasalhos e teria bandas da região, grupos de dança, entre outras. O que eu mais preciso mesmo, é de uma liberação de local com a prefeitura. Todo agasalho arrecadado durante o evento, será doado a casas de apoio para o benefício de moradores de ruas. Eu lancei a “tag” #UndergroundvsFrio para a galera ficar em cima da prefeitura para a confirmação do local! Em menos de 24hrs o evento deu grande ibope no facebook”, finalizou.

Quem tiver interesse em ajudar as jovens solidárias podem entrar em contato pode entrar em contato com os telefones: 99617-0328 (Gabriela) ou 99830-7591 (Beatriz Soler), ou pelo facebook delas.

Já João Pedro criou um evento no facebook, que pode ser acessado pelo link: https://www.facebook.com/events/824028411060424/. O contato pode ser feito pelo e-mail: underground.btu@outlook.com. Bandas interessadas em participar também podem entrar em contato.