Chuvas ininterruptas aumentam erosão em ponte desabada

A ponte de concreto que fica na Rua Veiga Russo, no Jardim Dona Nicota, nas proximidades do Bairro da Boa Vista que desabou em razão das fortes chuvas continuam causando transtornos ? comunidade. Isso porque, além da destruição da ponte, formou-se uma grande erosão, que está aumentando gradativamente.

Nesta terça-feira o coordenador da Defesa Civil do Município, Domingos Chavari Neto esteve no local e revelou que por medida de segurança o quarteirão inteiro foi interditado. A ponte é a principal via de acesso dos bairros adjacentes ao centro da cidade e fica muito próxima da Escola Professor Pedretti Neto. Por segurança, ruas que dão acesso ? ponte também foram interditadas.

“Nossa preocupação de momento é evitar que e erosão aumente ainda mais e atinja as casas vizinhas e a escola. O pior de tudo é que a Prefeitura está impossibilitada de fazer as obras por causa das chuvas que não dão trégua. Isso sem falar que será necessário fazer um estudo técnico para ver a melhor maneira para sanar o problema. A ponte era muito velha e não aguentou as constantes chuvas e o tráfego de veículos”, disse Chavari.

O secretário municipal de Obras, Caco Colenci, também fez uma análise da situação. “Os engenheiros da Prefeitura vão preparar um laudo técnico para conhecer a extensão do problema. Nossa principal preocupação agora é buscar alternativas para evitar que essa erosão aumente, já que existe previsão de mais chuvas”, colocou Colenci.

Sobre a possibilidade de a erosão aumentar e chegar até as casas e, possivelmente, ? escola Pedretti Neto, Colenci foi taxativo. “Estamos atentos e vamos acompanhar a evolução do problema. Se as chuvas derem uma trégua iremos resolver o mais rápido possível. É do interesse do prefeito João Cury que seja feito o trabalho que for necessário para recuperar a ponte”, concluiu o secretário.

Fotos: Macaru