Campanha de Botucatu atende famílias afetadas pelas chuvas na região

Fotos: Valéria Cuter

Na manhã desta quinta-feira (24) dois caminhões carregados com os mais diferentes produtos saíram de Botucatu com destino a Pratânia e São Manuel para atender munícipes que foram, drasticamente, afetados pelas fortes chuvas que desabaram na região na semana passada.

Arroz, feijão, entre outros alimentos não perecíveis, caixas de leite, água mineral, roupas, cobertores, colchões e até móveis e eletrodomésticos, lotaram os dois veículos de carga. Dezenas de famílias ficaram desalojadas e tudo o que tinham foi levado pela enxurrada. Em Botucatu as chuvas também causaram estragos, mas o volume de vítimas foi menor e foram atendidas 18 famílias.

Em razão das intempéries do tempo os prefeitos Roque Joner (Pratânia) e Marcos Monti (São Manuel) decretaram situação de emergência e enviaram oficio a Defesa Civil do Estado de São Paulo, solicitando o apoio com o fornecimento de materiais de ajuda humanitária. Também outras cidades como Bofete, Anhembi, Areiópolis, Pardinho e Itatinga, foram afetadas.

A arrecadação de todos os produtos foi conseguida através de uma campanha deflagrada pela Rádio Municipalista, Secretaria de Segurança Pública e Direitos Humanos, através da Guarda Civil Municipal (GCM), Tiro de Guerra (TG) e Grupo de Voluntários.

“No dia posterior ? tempestade estive visitando vários pontos de Botucatu castigados pelas chuvas e vi de perto o drama das famílias e procuramos dar nossa solidariedade e ajuda a quem foi prejudicado. Se em Botucatu a situação foi bastante grave, em cidades vizinhas, como Pratânia e São Manuel o drama foi ainda maior. Muitas famílias perderam tudo o que tinham e até agora estão passando por sérias dificuldades. A população de Botucatu, mais uma vez, foi solidária e atendeu ao nosso apelo doando muitos produtos”, frisou o voluntário Rubens de Almeida, o Alemão.

Comandante da Guarda Civil Municipal (GCM) Sérgio Bavia destacou que desde que a campanha foi iniciada a GCM esteve engajada para ajudar na coleta dos materiais doados. “Hoje tivemos a satisfação de ver dois caminhões carregados para atender essas pessoas que estão passando por uma situação muito difícil. Essa é uma maneira de prestar solidariedade e ajudar”, colocou Bavia. “A população botucatuense está de parabéns”, emendou.