Caminhão desgovernado estoura muro de creche

Na tarde desta terça-feira (27) por muito pouco a Cidade de Botucatu não registrou uma grande tragédia na Rua Curuzu, região central da cidade. Um caminhão VW Furgão do Depósito de Bebidas Júlia, desgovernado, bateu violentamente contra o muro da creche municipal denominada Centro Educacional Infantil “Professora Luíza Avellar de Campos Pires”.

Segundo apurou os agentes Iwerton, Da Silva e Luchesi da Guarda Civil Municipal (GCM) que estiveram no local, o motorista desse caminhão, Raphael Augusto Guimarães Ramos, de 31 anos, trafegava pela Rua Curuzu e fez a conversão para uma rua de aclive para chegar ? Rua Amando de Barros. Entretanto o caminhão sofreu uma pane nos freios e, de ré, desceu descontrolado pela rua, por cerca de 50 metros, até bater contra o muro da creche.

Naquela hora as crianças estavam em horário de recreio tomando o lanche da tarde e o caminhão só não chegou ao prédio, após ter derrubado o muro, em razão de ter batido contra uma árvore, mas atingiu o marceneiro Otávio Ribeiro de Matos, de 50 anos, que prestava serviços ? creche e sofreu ferimentos leves (escoriações). Já o motorista do caminhão nada sofreu.

“Pela maneira como o acidente aconteceu poderíamos ter registrado um acidente de graves proporções. O caminhão, por causa do aclive da rua, ganhou grande velocidade e se não fosse a árvore estar no caminho atingiria o prédio. Apenas um funcionário creche sofreu ferimentos leves, mas não teve nenhuma fratura”, revelou o inspetor Iwerton, que acompanhou a retirada do caminhão do local. Agora o veículo de carga deverá passar por uma avaliação minuciosa para que seja detectado a origem dessa pane.

Fotos: Valéria Cuter