Bosque do Carmeluche entra na reta final de reforma

O Bosque do Carmeluche, uma das mais belas reservas de mata da cidade, de onde se tem uma visão privilegiada da Cuesta, em curto espaço de tempo será colocado ? disposição dos moradores do Conjunto Habitacional “Antonio Hermínio Delevedove” (Cohab 4) e da região, com uma grande estrutura voltada ao lazer e a prática de atividade física.

Convênio firmado entre a Prefeitura de Botucatu e o Governo do Estado viabilizou os investimentos no local que vinha sofrendo com a degradação e o abandono e até pouco tempo atrás era utilizado como depósito de lixo e material inservível. Através do Programa Especial de Melhorias (PEM) e contrapartida do município, estão sendo aplicados R$ 308.189,35 na obra.

A área de 12.118,68 m2, localizada na confluência da Rua Layre Colino e Travessa Victorio Madarena, foi toda fechada com alambrado e ganhou pista de caminhadas. O complexo receberá bicicletário, bancos, ponto de coleta seletiva e academia ao ar livre. Alguns brinquedos infantis feitos em madeira também já foram instalados.

O trabalho agora se concentra no desenvolvimento do projeto elétrico. A empresa Eletro Néris já trabalha no local. Nos próximos 15 dias deverá ser concluída a etapa de cabeamento. As bases dos 63 postes que garantirão a iluminação do espaço já foram fixadas. A quadra poliesportiva existente no local também será iluminada por quatro refletores. A expectativa é que a obra seja inaugurada até o final do ano.

{n}PEM {/n}

O Programa Especial de Melhorias (PEM) foi desenvolvido para garantir melhores condições de vida ? população de baixa renda, moradora em bairros degradados ou conjuntos habitacionais de interesse social existentes.

Promove a implantação de infraestrutura, implantação de equipamentos coletivos, melhorias habitacionais por meio de reforma e ampliações e estímulo ? implantação de serviços públicos e ações de inclusão social, de acordo com as diretrizes estabelecidas no Decreto Estadual n° 47.924/2003.

O PEM garante o repasse de recursos da Secretaria da Habitação a fundo perdido, com previsão de contrapartida municipal, para promover melhorias na infra-estrutura de conjuntos habitacionais ou bairros degradados, tais como construção de muro de arrimo, pavimentação, guias, sarjetas, galerias de águas pluviais, reformas e implantação de praças, bem como outros serviços complementares.