Avenida Mário Barberis entregue aos moradores da Cohab I

Autoridades municipais e moradores estiveram presentes nas solenidades que marcaram a entrega oficial da duplicação da Avenida Mário Barberis. Durante toda a semana equipes as secretaria de Obras e de Transportes trabalharam para executar a limpeza, recomposição do alambrado da sede do Tiro de Guerra, pintura de abrigos de ônibus e sinalização de solo.

Uma grande festa foi preparada para que os moradores da Cohab I e bairros adjacentes pudessem comemorar o investimento, melhorando as condições de trânsito na região. “Este era uma reivindicação antiga do nosso bairro que se tornou realidade” comemorou José Benedito Vieira, o Zelão, uma das maiores lideranças locais.

Uma grande tenda foi montada na avenida, em frente a Escola Senai, para acomodar o público. A programação foi realizada nos período compreendido entre 9 ? s 13 horas, com a realização de mais uma edição do Projeto Tração, que incluiu jogos, atividades de promoção da saúde, recreação e apresentações musicais.

Houve, ainda, a participação de alunos da EMEF Antenor Serra e da CEI Nair Fernandes Leite Vaz, com apresentações artísticas. A Corporação Musical Dr. Damião Pinheiro Machado também animou a manhã com números musicais.

O prefeito João Cury, entre outras coisas, disse que estava vivendo um dia muito especial ao fazer a entrega da obra que há muito era reivindicada pelos moradores dessa região. “Esse sonho que sonhamos juntos, hoje é realidade. A obra, além de ter ficado muito bonita vai minimizar os problemas de trânsito e dar mais segurança aos moradores. Ganhamos todos nós”, disse Cury.

{n}Obra{/n}

A duplicação da Avenida Mário Barberis, no Conjunto Habitacional Humberto Popolo (Cohab 1) é um investimento viabilizado através do Programa Mãos ? Obra. O trecho duplicado se estende da rotatória de entrada da Cohab 1 (via Rua João Passos) até o túnel de acesso ao Centro de Atividades (CAT ) do Sesi.

No local foram construídos aproximadamente 200 metros lineares de galerias pluviais, com tubulações de 100 e 60 centímetros de diâmetro. Também foram executados serviços de limpeza, aterramento e nivelamento da via, além da construção de 700 metros lineares de guias e sarjetas.

O projeto incluiu ainda pavimentação asfáltica de 7 mil metros quadrados da pista antiga e outros cerca de 6,2 mil metros quadrados da nova pista no trecho de abertura da avenida, com aproximadamente 14 metros de largura.

Também foi aberta uma via marginal para garantir o acesso mais rápido e seguro aos usuários da Praça da Juventude (em construção), CRAS Sul, Capela de Ana Rosa, Tiro de Guerra e sede da Associação dos Trabalhadores e Funcionários Públicos Municipais. Essa nova via ganhou plantio de grama, estacionamento e calçadas.

Fotos: Valéria Cuter