Ato contra Dilma em Botucatu atrai centenas de pessoas

Fotos: Luiz Fernando

?

Uma grande manifestação popular com a presença de centenas de pessoas ? (2 mil segundo estimativa dos organizadores) aconteceu na tarde deste domingo em Botucatu tendo como palco a Praça da Catedral. Protesto que aconteceu a nível nacional foi contra os atos de governo da presidente da república Dilma Rousseff e a corrupção envolvendo deputados e senadores que desviaram bilhões de reais da Petrobrás, maior empresa do Brasil, ? que também teria sido usada para financiar a campanha presidencial em 2014.

Ainda foram usadas como argumentos no protesto pelos organizadores do evento que fazem parte da Juventude do PSDB de Botucatu,? as promessas não cumpridas pela presidente durante a campanha do ano passado, como não elevar a taxa de juros,? conter a infração ou diminuir o preço das tarifas de energia elétrica.

Protesto que teve a convocação feita pelas redes sociais, resultou em grande adesão de jovens, mas também marcaram presença no ato, autoridades? municipais,? representantes dos poderes Executivo e Legislativo, profissionais liberais, empresários, entre outros. Muita gente compareceu com camisetas amarelas, narizes de palhaços, apitos, cartazes e faixas.

“O evento foi um sucesso e só podemos agradecer? a todas essas pessoas? que se disponibilizaram a sair de suas casas numa tarde de domingo para participar desse ato democrático contra tudo isso que está acontecendo no Brasil. Não descartamos a possibilidade de que outras manifestações como esta sejam realizadas”, previu Jorge Sab, um dos organizadores do evento.

Embora o número de pessoas presentes tenha sido bastante significativo, não houve nenhum incidente mais grave e a segurança do local feita pela Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar (PM) transcorreu de? maneira pacífica e ordeira. Além do patrulhamento a pé,? diversas viaturas das duas instituições estiveram circulando pelas imediações da praça.

“Felizmente os presentes se portaram muito bem e fizeram o manifesto sem cometer nenhum excesso. Deslocamos para a praça um grande contingente de policiais, mas nenhuma intervenção foi necessária”,? comentou o comandante da 1ª? Companhia da PM, capitão Cagliari. Nessa mesma linha se pronunciou o comandante da GCM, Sergio Bavia.

Em Botucatu já aconteceram outros protestos semelhantes como o de junho de 2013 quando cerca de oito mil pessoas fizeram uma passeata pela região central da cidade. Naquela ocasião, embora chamada da “revolta da tarifa”, em razão do preço do transporte coletivo, queixas contra a corrupção, gastos da Copa do Mundo, melhorias na Educação, Segurança, e Saúde, entre outros, passaram a integrar o coro dos manifestantes. Foi a maior manifestação popular já realizada na cidade.

?