Assinado convênio para duplicação de vicinal

Fotos: Divulgação

Em audiência com o superintendente do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), Clodoaldo Pelissioni, em São Paulo, o prefeito João Cury Neto assinou o convênio que permitirá a execução da primeira etapa da duplicação da rodovia Gastão Dal Farra (SPA 241/300). Também participaram do encontro o secretário de Obras, André Peres; o secretário de Planejamento, Nivaldo Vizotto e o encarregado de pavimentação, José Marckis.

O trecho que receberá a implantação da segunda pista tem cerca de 1,2 quilômetro (entre o km 9 + 740m e o km 10 + 930m) e se estende das proximidades da garagem municipal, na saída da Avenida Itália, até as imediações do posto de combustíveis na confluência com a estrada José Ítalo Bacchi.

O convênio prevê a liberação pelo DER de recursos da ordem de R$ 1.060.000,00 que serão investidos na compra de massa asfáltica. A Prefeitura ficará responsável pelo fornecimento do maquinário e mão de obra necessários ? execução dos serviços.

“Essa parceria será muito produtiva. Se o DER fosse executar essa obra sozinho custaria entre quatro e cinco milhões de reais. Do jeito que ficou definido conseguiremos fazer por quase um terço do preço. Com a assinatura do convênio, a Prefeitura já pode publicar a licitação para compra do material e dentro de quinze dias pagaremos a primeira parcela, no valor de quatrocentos e oitenta mil reais”, informa Pellissioni.

Ao falar da importância da duplicação da rodovia Gastão Dal Farra, o prefeito João Cury destacou que, nos últimos anos, a Prefeitura e o Governo do Estado investiram cerca de R$ 200 milhões em seu entorno, com destaque para a construção do novo Hospital Estadual, Clínica para Recuperação de Dependentes Químicos, Parque Tecnológico e cerca de 1.500 moradias, mas a estrada é a mesma de 50 anos atrás.

“Diante disso trouxemos a nossa preocupação e o DER, que administra um trecho da rodovia, se viu em condições de nos ajudar. A parceria que firmamos permitirá a melhoria das condições de tráfego e de acesso da população de bairros importantes como o Parque 24 de Maio, Jardim Aeroporto, Cedro e Jardim Santa Mônica. O trecho que será duplicado foi iluminado em nosso primeiro mandato e agora será transformado em uma grande avenida, atendendo um desejo antigo da comunidade”, enfatiza.

De acordo com o prefeito, a equipe da Secretaria de Obras já está preparada para, assim que for concluída a licitação para a compra da massa asfáltica, dar início aos trabalhos. A previsão é que obra seja concluída até o fim de 2013.

A Prefeitura já mantém negociações com a concessionária Rodovias do Tietê, que administra o restante da rodovia Gastão Dal Farra, para firmar parceria semelhante com a finalidade de duplicar o trecho que se estende do posto de combustíveis até as proximidades do antigo centro de treinamento da CESP, onde hoje funciona a EMEF Elda Moscogliato.

{n}Rodovia Antonio Butignolli{/n}

Outro grande investimento confirmado pela superintendência do DER é a duplicação da rodovia Antonio Butignolli, num total de 1,8 km. O Governo do Estado investirá R$ 11 milhões na obra, pleiteada pelo prefeito João Cury desde 2011, ocasião em que foi apresentado um pré-projeto. Depois disso, o DER contratou um projeto executivo que foi finalizado há cerca de um mês.

“A obra está autorizada e incluirá ciclovia, viaduto e todos os dispositivos necessários para melhorar as condições de tráfego e segurança aos moradores da região e usuários da rodovia. Devemos publicar a licitação até 30 de junho e assinar o contrato 90 dias após, para em meados de outubro iniciar essa obra que é tão importante para a população de Botucatu”, informa Pelissioni.

Importante via de ligação entre os setores norte e oeste da Cidade, a rodovia Antonio Butignolli preocupa a Prefeitura por conta da estrutura precária para o tráfego intenso existente no local. O prefeito ressalta que o projeto prevê a construção de um viaduto que contribuirá para o crescimento do Jardim Centenário e a obra vai melhorar as condições de acesso e segurança para o campus da Unesp em Rubião Júnior, a Famesp, o Hospital Dia e a empresas importantes como a Caio Induscar e Irizar.

“Nos horários de pico o trânsito na Antonio Butignolli é bastante complicado. Conseguimos demonstrar ao DER a importância de sua duplicação e mais uma vez o governador Geraldo Alckmin foi sensível ao nosso pleito liberando os recursos para execução da obra. A Liga do Trauma tem números alarmantes de atropelamentos que acontecem no local já que a estrada não conta nem mesmo com acostamento. Já iluminamos a estrada e agora, com a construção da ciclovia vamos levar mais segurança aos usuários. Se tudo correr bem começamos a obra ainda esse ano”, diz o prefeito.