Área do antigo Matadouro abrigará o Banco de Alimentos

O prefeito de Botucatu, João Cury Neto, assinou no início da tarde desta quarta-feira (10) a Ordem de Serviço que permitirá o início das obras de implantação do Banco de Alimentos junto ? s antigas instalações do Matadouro Municipal, na região da Vila Ema.

O investimento previsto é da ordem de R$ 479.544,44, sendo que R$ 441.180,44 virão do Orçamento Geral da União e R$ 38.364,00 como contrapartida do município. O contrato para execução da obra, no valor de R$ 332.500,00, já foi assinado com a empresa Negrão & Negrão Construtora Ltda. – ME, que terá 180 dias para concluí-las. O restante dos recursos já foi provisionado para a compra de equipamentos.

O projeto de instalação do Banco de Alimentos em Botucatu está sob responsabilidade da Secretaria Municipal de Assistência Social. A titular da pasta, Maria Della Coletta, comemora a confirmação do sinal verde para início das obras. “Trata-se de um projeto muito importante para a política de segurança alimentar do município. O dinheiro já está na conta e espero que seja possível cumprir o prazo, inaugurando mais esse equipamento público o mais rápido possível”.

O prefeito adianta que o local funcionará como uma central de arrecadação de alimentos, provenientes de doações, por meio da articulação com o setor alimentício (indústrias, supermercados, varejões, feiras, centrais de abastecimento e outros). “Os produtos são recebidos, selecionados, separados em porções, processados ou não, embalados e distribuídos gratuitamente ? s entidades assistenciais, como forma de complementação ? s refeições diárias da população assistida”, explica Cury.

Em contrapartida, continua o prefeito, as entidades atendidas pelos Bancos de Alimentos participam de atividades de capacitação em educação alimentar, para que o conhecimento seja repassado ? comunidade. “Isso sem falar da geração de empregos diretos e indiretos que o projeto proporcionará”, prevê.

Para ser contemplada com recursos do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate ? Fome, a Prefeitura de Botucatu fez a inscrição e participou de um Edital de Seleção Pública, tendo projeto aprovado e atendendo todos os critérios técnicos de implantação do Programa.

Fotos: Valéria Cuter