Alckmin assina convênio e consolida Pinacoteca em Botucatu

{bimg:36777:alt=interna:bimg}

Fotos: David Devidé / Valéria Cuter

Na manhã desta quarta-feira (26), o chefe do Executivo recebeu o governador do Estado, Geraldo Alckmin que assinou o convênio para reformar o prédio do antigo Fórum, na Praça Rui Barbosa, região central da Cidade, onde será instalada uma Pinacoteca, a primeira no interior do Estado. Também assinou o documento que municipaliza o Aeroporto Tancredo Neves, que passa a pertencer ao Município.

Para o projeto da Pinacoteca o governador liberou uma verba de R$ 11 milhões para que as reformas necessárias sejam feitas, mantendo o padrão arquitetônico criado por Ramos de Azevedo. O convênio entre Município e Estado para que a obra possa ser licitada foi assinado em um palanque montado em frente ao Fórum antigo. Estiveram na solenidade autoridades políticas, civis, militares, empresariais e eclesiásticas.

Antes do prefeito João Cury e do governador Geraldo Alckmin, fizeram uso da palavra o secretário estadual de Cultura, Marcelo Araújo; o secretário estadual de Recursos Hídricos, deputado Edson Giriboni; o deputado estadual Pedro Tobias; o deputado federal Milton Casquel Monti e o escritor Francisco Marins.

João Cury Neto salientou que sempre quando procura o governador é para fazer alguma solicitação verbas para obras na Cidade. Entretanto, abriu seu pronunciamento afirmando que não iria pedir nada. “Hoje só quero agradecer tudo que o governador fez em prol da nossa cidade nos últimos anos fechando com a Pinacoteca, que irá colocar Botucatu com um dos principais pólos culturais do estado”, frisou Cury.

O prefeito elencou uma série de investimentos feitos em Botucatu, como o Poupatempo, o novo Fórum, Parque Tecnológico, Centro de Reabilitação Lucy Montoro, clínica para dependentes químicos com mais de 60 vagas, hospital com mais de 70 leitos, entre outras coisas. “Então, o governador tem demonstrado o carinho que tem por Botucatu e em nome da população que represento só tenho a agradecer e o povo saberá retribuir todo esse carinho”, frisou Cury.

{n}{tam:25px} Governador {/n}{/tam}

Geraldo Alckmin, antes de chegar ao centro da Cidade onde era aguardado para assinar o convênio da Pinacoteca, passou pela clínica de dependentes químicos e do hospital estadual, que estão sendo construídos, nas proximidades do Hospital Psiquiátrico “Cantídio de Moura Campos”, na região do Jardim Aeroporto.

“Com essa clínica, o hospital, o centro de reabilitação, o Pronto Socorro regional, o hospital Sorocabana e a Unesp, Botucatu irá ser referência na área de Saúde e tudo isso conquistado em razão da equipe montada pelo João (Cury). Um maestro não precisa saber tocar todos os instrumentos de uma orquestra, mas têm colocar cada músico no lugar certo. É isso que acontece com essa administração”, elogiou o governador.

Em seguida direcionou seu discurso ? Pinacoteca. “Esse prédio que por tantos anos foi o Fórum da Cidade, irá abrigar a primeira Pinacoteca do interior do Estado. As duas existentes estão em São Paulo e, coincidentemente, são obras assinadas pelo arquiteto Ramos de Azevedo, que também projetou esse prédio de Botucatu. Agora Botucatu tem um dos melhores e mais completos fóruns do Estado e o prédio antigo irá fazer de Botucatu uma referência nacional da Cultura com a Pinacoteca”, disse o governador que liberou os primeiros R$ 2 milhões para início das obras.

Ainda durante a solenidade o governador, juntamente com as autoridades presentes, como prefeitos e vereadores da região e diretores da Sabesp, descerrou as placas de inauguração de obras realizadas em diferentes pontos do Município.

{n}{tam:25px}As obras {/n}{/tam}

No Bairro Convívio foi implantado um sistema de esgotamento sanitário, que inclui 100 novas ligações de esgotos, 2,2 mil metros de rede coletora, além de poços de visita, 667 metros de linha de recalque e a construção de estação elevatória de esgoto. A obra recebeu investimentos de R$ 1 milhão e beneficia aproximadamente 450 moradores.

Já o Bairro Alvorada da Barra recebeu um sistema de abastecimento que beneficia cerca de 1,5 mil moradores. O sistema possui dois poços de 120 metros de profundidade com capacidade de produzir 10 mil litros de água por hora. As obras incluíram também o assentamento de aproximadamente 20 mil metros de rede de água, a construção de casa de química, dois reservatórios com capacidade para armazenar 200 mil litros de água, uma estação pressurizadora de água tratada e a urbanização da área. Foram investidos cerca de R$ 2,3 milhões, permitindo melhorar as condições sanitárias e ambientais do bairro, beneficiando de imediato os 275 imóveis existentes, além de contar com uma projeção para atendimento dos 798 lotes que integram o local.

Por fim, em Santo Antônio da Cascatinha, no Distrito de Rubião Júnior, com investimento de aproximadamente R$ 315 mil, foi implantado o sistema de esgotamento sanitário, que irá melhorar a qualidade de vida de cerca de 100 moradores da localidade. O empreendimento compreende a implantação de 1,1 quilômetro de rede coletora para atendimento ? s 32 residências já existentes, travessia por método não-destrutivo sob linha férrea com extensão de 22,8 metros e projeção para uma população estimada em 300 habitantes para os próximos 30 anos.

{n}{tam:25px}A Pinacoteca{/n}{/tam}

Pinacoteca é um museu que contém um acervo de quadros de pintores nacionais e internacionais, mas geralmente o acervo permanente é focado na arte nacional ou característica artística da região. Costuma também abrigar exposições temporárias, e as vezes a obra de artistas de renome internacional.

É comum também sediar exposições de artistas internacionais e por esse motivos se distingue como uma das principais instituições artísticas do Brasil. A pinacoteca não apenas expõe artistas nacionais e internacionais, como também atrai turistas para apreciação dos quadros

O foco principal de todo trabalho desenvolvido pela Pinacoteca é aprimorar a qualidade da experiência do público com as artes visuais por meio do estudo, salvaguarda e comunicação de seus acervos, edifícios e memórias; da consolidação e ampliação desses acervos; e do estímulo ? produção artística.